O dinheiro surge como a opção mais interessante, com os jovens a destacar a possibilidade de poderem decidir o que comprar depois do Natal
Vote
Notícias
Dinheiro é o presente mais pedido pelos jovens portugueses nas redes sociais
16 de dezembro de 2015


Parece que a tradição de Natal já não é o que era, e a prová-lo está o facto de as cartas dirigidas ao Pai Natal estarem a dar definitivamente lugar a wish lists digitais, as quais muito partilhadas nas mais variadas redes sociais. E, se há alguns anos atrás, os chocolates, os gadgets e os brinquedos ocupavam as preferências, este ano o dinheiro é o presente mais desejado pelos jovens portugueses no universo digital.

As conclusões são avançadas pela E.Life, empresa de inteligência de mercado e gestão de relacionamento nas redes sociais, no âmbito do estudo “Wish list de Natal dos portugueses no Twitter”. A análise teve por base a monitorização de 1.700 tweets de 1.454 utilizadores únicos com idades entre os 13 e os 20 anos e foi realizado entre 19 de novembro e 15 de dezembro.

A pesquisa mostra, então, que o dinheiro surge como a opção mais interessante, com os jovens a destacar a possibilidade de poderem decidir o que comprar depois do Natal. Adicionalmente, revela que os portugueses esperam encontrar “no sapatinho” roupa e bilhetes para concertos, sobretudo para o de Justin Bieber. Refira-se, ainda, que 39% dos utilizadores afirmam que vão pedir os referidos presentes aos pais.

Outro dado interessante é o elevado número de tweets em que os jovens referem não saber o que pedir para o Natal. Os posts demonstram uma menor ansiedade em relação à chegada da quadra natalícia, que pode ser explicada, por exemplo, pelo facto de os adolescentes irem recebendo o que querem ao longo do ano.

Os dados analisados permitem concluir que o telemóvel é visto como o meio para falar com os amigos, sendo a funcionalidade mais valorizada do que o equipamento em si. O iPhone continua, ainda assim, a ser um objeto de desejo – a maior parte dos internautas possui um Android, mas uma parte considerável refere que gostaria de ter um smartphone da Apple.

De acordo com a E.Life, o público em análise representa “uma geração que ‘vive’ online, que procura informação, música e relacionar-se de forma imediata e a todo o momento. Trata-se de jovens muito presentes nas redes sociais e que na bio de Twitter referem, por exemplo, possuir perfis no Snapchat e no Instagram”.
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE