O número de utilizadores que recorreram à internet em banda larga móvel aumentou 4,1% face ao trimestre anterior e 22,6% face ao trimestre homólogo
Vote
Notícias
Tráfego de dados nos smartphones incrementa 55%
21 de dezembro de 2015


O tráfego de internet móvel aumentou 35,7% no terceiro trimestre deste ano, com o tráfego gerado pelas placas/modem a subir 26,9% e o tráfego gerado através do telemóvel a crescer 55,1%. O número de utilizadores que utilizaram internet em banda larga móvel aumentou 4,1% em relação ao trimestre anterior e 22,6% face ao trimestre homólogo, atingindo os 5,5 milhões. Os dados são avançados pela ANACOM.

A evolução da banda larga móvel tem sido sobretudo impulsionada pelo aumento do número de utilizadores de smartphones que, neste trimestre, já representavam 64,2% do total de utilizadores de telemóvel, um crescimento homólogo de 14,5 pontos percentuais (p.p.).

No que se refere às quotas de clientes ativos de banda larga móvel, a da MEO era de 43%, a da Vodafone de 29,2% e da NOS de 27,5%. Em termos homólogos, a NOS e a Vodafone aumentaram a quota em 3,9 p.p. e em 0,9 p.p., respetivamente, enquanto a quota da MEO caiu 4,8 p.p.

No que respeita ao tráfego, a liderança pertence à MEO, com 34,7%, seguida da NOS, com 33,5%, e da Vodafone, com 31,8%. A MEO foi a única que aumentou a quota no período em análise.

No total, o tráfego de acesso à internet em banda larga, fixa e móvel, aumentou 10,1% no terceiro trimestre. A evolução deve-se sobretudo ao aumento de 9,1% do tráfego de banda larga fixa, que representa 95,2% do total.

O número de acessos de banda larga fixa atingiu 3,07 milhões no final de setembro, mais 11% do que no período homólogo, em boa medida devido ao crescimento da fibra ótica – 7,1% no trimestre e 34,2% em termos homólogos –, que já representa 25,2% do total de acessos.

Para o aumento registado na utilização da banda larga fixa e móvel contribui o sucesso dos pacotes de serviços, cujos subscritores aumentaram mais de 11% entre outubro e dezembro deste ano. No caso da banda larga fixa estima-se que cerca de 94,4% dos clientes tenham adquirido o serviço no âmbito de um pacote de serviços. No mesmo período, 63 em cada 100 famílias tinham banda larga fixa.

A quota de acessos fixos da MEO atingiu os 45%, seguindo-se a NOS, com uma quota de 36%, e a Vodafone, com 14%. Em termos homólogos, a Vodafone e a NOS aumentaram a quota em 3,7 p.p. e 1,4 p.p., respetivamente, enquanto a quota da MEO diminuiu 3,9 p.p. no mesmo período.

Nas quotas de tráfego, a MEO tem 44,2% do tráfego de banda larga fixa, a NOS tem 41,4% e a Vodafone tem 8,1%.

As receitas provenientes do serviço de acesso à internet fixo stand-alone e de pacotes de serviços que incluem este serviço totalizaram, nos primeiros nove meses de 2015, cerca de 1.118,4 milhões de euros. As receitas provenientes dos pacotes 3P, 4P e 5P representam 87,6% do total.
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE