Notícias
Projeto de 5,9 milhões de euros para educar através de jogos vai ser testado em Portugal
24 de março de 2016


Um grupo de investigadores portugueses está a ajudar a desenvolver um projeto de 5,9 milhões de euros, que tem como objetivo “ajudar os professores a educar os alunos através de jogos sérios”, ou seja, através de um software que transmite conteúdo educacional e não apenas de entretenimento. A plataforma vai disponibilizar protótipos de aplicações de jogos móveis desenvolvidos pelos próprios docentes, que lançam desafios e questões aos alunos, e integrar ferramentas e serviços educativos existentes nas organizações participantes no projeto. O modelo vai ser testado em Portugal, em 2017, através do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC).

Para testar o BEACONING (Breaking educational barriers with contextualised pervasive and gameful learning) (http://beaconing.eu), assim se intitula o projeto, vão ser implementados, no próximo ano, sistemas de grande escala na Grécia, Turquia, França, Israel e Roménia, cada um envolvendo centenas de estudantes e profissionais na Europa, garantindo um plano de exploração e de negócio para a adoção da plataforma. Em Portugal, tal como noutros países europeus, estão previstos pilotos, mas de menor escala, implementados em escolas ainda a designar.

A ideia é que os conteúdos vindos dos docentes estejam disponíveis de forma integrada a qualquer hora, em qualquer lugar e para qualquer tipo de estudante, incluindo portadores de deficiências. “Com o BEACONING, pretendemos criar novos modelos e práticas de ensino e aprendizagem, mas também mudar mentalidades, democratizando esta área. O projeto prevê proporcionar um ensino mais inclusivo e contextualizado”, explica António Coelho, investigador do INESC TEC, o único parceiro português da iniciativa, e que integra na equipa investigadores da Universidade do Porto, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e da Universidade Aberta.

A plataforma vai alavancar abordagens inovadoras, incluindo tecnologia relacionada com a Internet do Futuro, tecnologias móveis, desenvolvimento de jogos e criação de conteúdos, interfaces pessoa-computador, análise da aprendizagem e modelos de aprendizagem com base em problemas.

O projeto BEACONING arrancou em janeiro deste ano e tem a duração de três anos. No total, são 15 organizações de nove países europeus que participam nesta iniciativa financiada pelo programa de investigação europeu Horizonte 2020.

Coordenado pela Coventry University (Reino Unido), o projeto inclui a participação do INESC TEC (Portugal), Herriot-Watt University e Hands Free Computing (Reino Unido), Playsoft, Succubus e ORT (França), BIBA Institute (Alemanha), Imaginary (Itália), Ifinity (Polónia), Siveco e ATS (Roménia), Universidade Complutense de Madrid e Geomotion (Espanha) e Sebit (Turquia).
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE