O governo turco garante que a religião não teve na origem da lei, já que esta “não bane o consumo de álcool”
Vote
Notícias
Turquia vai abolir anúncios a bebidas alcoólicas
4 de junho de 2013


O presidente turco Abdullah Gul deve assinar, na próxima semana, uma lei que vai banir a publicidade a bebidas alcoólicas. As marcas já estão a aproveitar para deixar as suas mensagens de despedida.

Em maio, o órgão legislativo turco aprovou uma lei que proíbe todas as formas de publicidade e promoção a bebidas alcoólicas e programas de televisão, filmes e músicas que estimulem o uso de álcool. A lei proíbe também a venda de bebidas entre as 22h e as 6h. As lojas vão deixar de poder exibir publicidade no ponto de venda, perdendo investimento. Adicionalmente, vai ser ilegal a venda de álcool perto de escolas e mesquitas, medida que limita os pontos de distribuição.

De acordo com a Ad Age, os marketeers não foram consultados nesta tomada de decisão. “Há quase um ano que tentamos contactar o governo turco para reavaliar a proposta de lei relativa à promoção e venda de bebidas alcoólicas”, refere um comunicado da Diageo, empresa que detém marcas como a Guiness, Johnnie Walker, J&B, Smirnoff e Baileys, entre outras.

A Mey Icki (a quarta marca mais anunciada), a popular Yeni Raki, a Efes (a cerveja mais vendida no país) e a Associação de Produtores de Vinho, já publicaram anúncios a despedir-se dos consumidores.

O governo turco garante que a religião não esteve na origem da lei, já que esta “não bane o consumo de álcool”.

Fonte: Ad Age
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE