A adfamilies oferece, às marcas anunciantes, “uma aproximação inédita aos consumidores e um investimento controlado, eficaz e reduzido”
Vote
Notícias
Chegou a adfamilies, a primeira rede social de publicidade
2 de outubro de 2013



Quatro jovens portugueses juntaram-se para criar a adfamilies, a primeira rede social de publicidade do mundo, que pretende revolucionar “a forma como os consumidores e as marcas se relacionam”. Pela primeira vez em Portugal, os internautas vão ser pagos para ver e classificar anúncios, onde e quando quiserem.

Quanto mais anúncios forem classificados, maior será a remuneração, explica a adfamilies em comunicado. Ao atingir um valor mínimo de 20€, os utilizadores podem levantar o dinheiro através de transferência bancária, cartão oferta ou doando-o a uma instituição de solidariedade.

Heineken, La Redoute e Wall Street English foram as primeiras marcas que colocaram os seus anúncios na rede social, que já conta com mais de 25 mil utilizadores registados. Até ao final do ano, espera-se que estejam registados 50 mil. João da Maia Jorge, CEO da adfamilies, explica que “o objetivo é criar um meio de comunicação online onde as marcas possam comunicar com o seu público-alvo de forma não invasiva”.

A adfamilies oferece, às marcas anunciantes, “uma aproximação inédita aos consumidores, um investimento controlado, eficaz e reduzido e um relatório, em tempo real, sobre a campanha”.

Os valores pagos aos utilizadores são definidos pelas marcas e o registo na adfamilies é gratuito.

Fonte: M Public Relations
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE