“Irrevogável” e “inconstitucional” ficaram em segundo e terceiro lugares no concurso da Porto Editora
Vote
Notícias
“Bombeiro” eleita a palavra do ano
3 de janeiro de 2014

A Porto Editora revelou hoje a palavra vencedora do concurso Palavra do Ano 2013. Com quase metade do total de votos, os portugueses elegeram “bombeiro” como a palavra que marcou 2013. “Irrevogável”, com 17%, e “inconstitucional”, com 10%, ficaram em segundo e terceiro lugares.

“Grandolada”, com 8%, “Papa”, com 6%, “pós-troika” e “swap”, com 3%, e “coadoção” “piropo” e “corrida”, com 2%, fecham o top dez do concurso no site da editora e cuja votação durou quase um mês.

De acordo com a Porto Editora, a decisão de incluir a palavra “bombeiro” no concurso prendeu-se com o facto de, “neste verão, os bombeiros terem demonstrado uma enorme coragem no combate aos violentos incêndios que destruíram florestas e roubaram vidas”. Pelo esmagador resultado obtido, a Porto Editora conclui que o concurso acabou por ser mais uma forma de os portugueses prestarem homenagem.

Recorde-se que, em 2012, “entroikado” foi a palavra vencedora. Nos três anos anteriores, “austeridade”, “vuvuzela” e “esmiuçar” foram as escolhidas pelos internautas.


Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE