As receitas totais dos serviços de TV por subscrição totalizaram os 321,2 milhões de euros, 7,1% acima do registado no período homólogo
Vote
Notícias
Fibra e DSL impulsionam serviços de televisão paga
5 de junho de 2014

Os serviços de televisão paga em Portugal cresceram 1,2% durante o primeiro trimestre deste ano, revela a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM). No final de março, registaram-se 3,21 milhões de assinantes, 38,7 mil acima do registado no trimestre anterior. Em termos homólogos, o aumento foi de 2,6%, a que correspondem 80,7 mil novos assinantes.

Para o crescimento contribuíram as ofertas suportadas em fibra ótica e DSL, cujo número de clientes aumentou 8,2% e 2,8%, respetivamente, em relação ao trimestre anterior. Em contrapartida, caiu o número de assinantes dos serviços de distribuição de TV por cabo e por satélite. O cabo responde por 43,5% do total de assinantes, o DSL por 22%, o satélite por 18,6% e a fibra ótica por 15,9%.

O grupo ZON Optimus (agora NOS) detém a quota de mercado mais elevada, 46,4%. Seguem-se a PT, a Cabovisão e a Vodafone, com quotas de 41,6%, 6,9% e 5%, respetivamente. A Vodafone foi o prestador que, em termos líquidos, mais assinantes captou no trimestre.

As receitas totais dos serviços de TV por subscrição totalizaram 321,2 milhões de euros, 7,1% acima do registado no período homólogo. Os pacotes, que constituem a principal forma de comercialização e representam oito em cada 10 subscrições, geraram 257 milhões de euros de receita e foram os principais responsáveis pelo crescimento.
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE