De acordo com o fundador do Wikileaks, a Google utiliza tecnologia avançada para vigiar os utilizadores e controlar todas as suas ações e movimentos
Vote
Notícias
Julian Assange: “A Google tem mais poder do que a Igreja teve e alguma vez terá”
5 de dezembro de 2014


Julian Assange, que desde 2012 se encontra refugiado numa embaixada em Londres, afirmou, numa videoconferência recente sobre o seu novo livro “Quando a Google encontrou o Wikileaks”, que “a Google é como Deus”. Para Assange, a gigante tecnológica tem mais poder do que a Igreja.

De acordo com o fundador do Wikileaks, a Google utiliza tecnologia avançada para vigiar os utilizadores e controlar todas as suas ações e movimentos. No entanto, acrescenta, ninguém se apercebe: “[A Google] é um pouco como uma religião, não a podemos enganar”, disse.

Para Assange, o facto de o gigante dos motores de busca ter tanta facilidade na obtenção de informações, faz dele um ator privilegiado para qualquer governo que queira ter acesso a dados concretos sobre qualquer cidadão. Por isso, deixou um pedido a todos os jornalistas, o de realizarem trabalhos informativos e de explicarem à população a complexidade deste problema. Só assim os cidadãos terão capacidade analítica relativamente a esta questão. 
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE