A nova app surge na sequência da elevada procura pela edição especial de 14 de janeiro, que já vendeu mais de dois milhões de exemplares
Vote
Notícias
Charlie Hebdo lança aplicação móvel da última edição
22 de janeiro de 2015


O Charlie Hebdo acaba de lançar uma nova aplicação mobile para iOS, Android e Windows. A aplicação surge menos de uma semana depois de o jornal satírico francês ter lançado a primeira edição a seguir ao ataque terrorista de que foi alvo no passado dia 7 de janeiro.

Para responder à elevada procura pela edição especial de 14 de janeiro, que já vendeu mais de dois milhões de exemplares, o jornal decidiu adaptá-la a uma aplicação móvel. Esta inclui, entre outros destaques, a capa controversa da publicação, na qual o profeta muçulmano Maomé, choroso, segura um cartaz com a célebre inscrição “Je suis Charlie”.

Na descrição da aplicação mobile pode ler-se: “Porque um lápis será sempre melhor do que a barbaridade… Porque a liberdade é um direito universal… Utilize esta aplicação oficial para ler o Charlie Hebdo e apoiar-nos através da compra da última edição”.

A aplicação foi desenvolvida pelo jornal Le Monde e pode ser adquirida por 2,99 euros, estando disponível em francês e inglês. A modalidade de subscrição anual é também possível e apresenta um custo de 89,99 euros. De acordo com o Mashable, as edições subsequentes do Charlie Hebdo passarão a estar disponíveis apenas em língua francesa.

O Charlie Hebdo atualizou também o site, de modo a promover a nova aplicação, angariar novos assinantes e solicitar donativos.
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE