A Coles está também obrigada a informar os consumidores da publicidade enganosa, através de anúncios afixados em todos os pontos de venda
Vote
Notícias
Cadeia australiana de supermercados condenada a pagar 2,5 milhões de dólares por publicidade enganosa
15 de abril de 2015


A publicidade enganosa sai cara. Que o diga a cadeia australiana de supermercados Coles, que acaba de ser condenada ao pagamento de uma multa de 2,5 milhões de dólares australianos por vender pão congelado e previamente cozido como pão fresco e acabado de sair do forno.

De acordo com o diário Sydney Morning Herald, a empresa vendeu, durante anos, nas suas mais de 600 lojas, 106 produtos diferentes, sob os rótulos “freshly baked” e “baked today”. Mas, na realidade, os referidos produtos eram tudo menos frescos e acabados de fazer. Eram, simplesmente, congelados. E nem sequer eram oriundos da Austrália, mas sim da Irlanda e da Alemanha.

Como resultado, a Australian Competition and Consumer Commission (ACCC) resolveu levar o caso a tribunal em 2013. A justiça acaba de decidir a favor desta entidade, condenando os supermercados Coles a uma multa de 2,5 milhões de dólares australianos.

A Coles alega que nunca foi sua intenção enganar os clientes de forma deliberada, ainda que reconheça que devia ter informado melhor o consumidor sobre a fabricação dos produtos em questão.

Para além da multa que terá de pagar, a cadeia australiana de supermercados está também obrigada por lei a informar os consumidores da publicidade enganosa praticada até então, através de anúncios e cartazes afixados em todos os pontos de venda.
Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE