72% do total de notícias devolvidas nesta pesquisa falam de amor e apenas 28% abordam a temática do sexo
Vote
Notícias
Media portugueses falam muito mais de “amor” do que de “sexo”, revela estudo da Cision
28 de outubro de 2015


Qual a relevância dada às palavras “amor” e “sexo” nos conteúdos noticiosos divulgados pela comunicação social em Portugal? Foi esta a pergunta de partida para o último estudo da Cision, empresa de monitorização e análise dos media. A conclusão? Os media falam muito mais de “amor” do que de “sexo”.

Desde 1 de janeiro deste ano até 27 de outubro, a Cision registou 109.740 artigos com a referência à palavra “amor” nos meios de comunicação social portugueses. Quanto à palavra “sexo”, o total de artigos registados fica-se pelos 42.043. Os números indicam, portanto, que cerca de 72% do total de notícias devolvidas nesta pesquisa falam de amor e apenas 28% abordam a temática do sexo.

Através de uma tecnologia inovadora de text data mining, que permite extrair informação qualitativa relevante de textos informativos, a Cision identificou ainda as 10 palavras que mais vezes estão presentes nos conteúdos que desenvolvem os temas “amor” e “sexo” divulgados pelos media portugueses. Em relação ao tema “amor”, as palavras “música” e “mulher” são as que mais vezes aparecem associadas ao nível de conteúdos noticiosos gerados. Curiosamente, a palavra “mulher” é também a que surge mais vezes nos conteúdos quando o tema é “sexo”, sendo seguida da palavra “estudo”, que se explica pela utilização da palavra na segmentação demográfica de sondagens e outros estudos. Palavras como “família”, “cinema” e “corpo” são ainda comuns aos temas “amor” e “sexo”, estando, em ambos os casos, dentro do top das temáticas. Outro facto curioso é que, ao falar-se de “amor” nos media, é frequente encontrar as palavras “pai” e “mãe”. Já ao falar-se de “sexo”, as palavras “casamento” e “relações” estão entre as mais comuns.

Paralelamente, foi realizada uma pesquisa aos media online de 30 países, nos quais se incluem Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha, China, Japão, Índia, Brasil, Austrália e Rússia. Os resultados parecem confirmar a tendência portuguesa – dos mais de 16 milhões de artigos recolhidos com referências a “amor” e a “sexo”, mais de 12 milhões falam de “amor”.


Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE