Presença e influência digital dos líderes deve-se mais às menções de terceiros do que à participação ativa nos próprios canais
Vote
Notícias
CEO portugueses estão ainda muito afastados do mundo digital, revela estudo da Llorente & Cuenca
10 de novembro de 2015


Em Portugal, não existe nenhum executivo com um índice de presença e influência digital relevante, o que contrasta com a realidade de Espanha, México ou até Equador, países que conheceram as melhores classificações no ranking. Ainda assim, a Central de Cervejas, TAP, Axa, EDP e ANA são as empresas cujos líderes estão melhor posicionados no mundo digital.

Estas são algumas das conclusões do estudo “Identidade digital dos CEO’s: Portugal e a realidade Ibero-Americana”, realizado pela Llorente & Cuenca, e que analisou, durante o mês de julho de 2015, a presença e influência digital de mais de 1.100 CEO e executivos das principais empresas de Portugal, Espanha e países da América Latina.

Face aos resultados, Tiago Vidal, diretor geral da Llorente & Cuenca em Portugal, sublinha que “numa altura em que a confiança, a reputação, a transparência e o lado social e humano das organizações é mais importante do que nunca, parece haver uma oportunidade de comunicação que é ainda desperdiçada”. Os líderes empresariais “parecem recear entrar no universo digital, seja por questões de privacidade, segurança ou até por receio de se exporem a um contexto onde a comunicação bidirecional é a norma”, conclui o responsável.

O estudo completo da Llorente & Cuenca pode ser consultado aqui.


Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE