O anúncio que mais recordo é o último da Giulietta da Alfa Romeo, com o slogan "Sem coração seriam só carros"
Francesco Berrettini
Vote
Todas as personalidades
Perfis
Francesco Berrettini
Nome: Francesco Berrettini
Data de nascimento: 28/06/1963
Naturalidade: Itália
Formação: MBA – Univ. Bocconi Milão
Primeiro emprego: Banco
Empresa actual: INESTING – Marketing Tecnológico, S.A.
Função que desempenha: Director Geral
Outros cargos e outras experiências: Consultor de estratégia para PME e União Europeia em projecto de desenvolvimento, docente universitário, formador.




Qual é o livro da sua vida?
"A Última Legião", de Valerio Massimo Manfredi.

Qual é o filme da sua vida?
"Blade Runner", de Ridley Scott.

Qual é a música ou o grupo musical da sua vida?
5ª Sinfonia, de Beethoven.

Qual é o seu lema de vida?
Viver cada dia como fosse o último.

Qual a pessoa que mais o/a marcou, ao longo da sua vida?
O meu pai.

Qual é a sua viagem de sonho (realizada ou não)?
Austrália.

Qual é o seu clube de futebol?
Não gosto de futebol, mas de espeleologia e free climbing, mas já não pratico.

Tem algum hobby, alguma paixão?
Ler livros de narrativa histórica.

Um defeito que não tolera? Uma qualidade que aprecia?
Superficialidade e incompetência. Determinação.

Em média, quanto tempo diário dedica a:
ver televisão (aerial e cabo)? 3h
ouvir rádio? 2h
ler jornais e revistas? 4h
navegar na Internet? 12h

Qual o anúncio que mais recorda?
O último da Giulietta da Alfa Romeo. Acho espectacular a citação de Shakespeare – “São feitos do mesmo material de que são feitos os sonhos” – e o espectacular slogan final – “Sem coração seriam só carros”.

Que profissão sonhava desempenhar na sua infância ou juventude?
Astrónomo.

Qual foi, até hoje, o momento mais marcante da sua carreira profissional?
Frequentar, por um ano e meio, o MBA a tempo inteiro.

Qual o episódio profissional mais caricato que já viveu?
Se houve, já esqueci. Esqueço as coisas más e tento lembrar as boas.

Que medida ou medidas implementaria, se, por um dia, fosse Secretário de Estado para a Comunicação Social?
Estimular uma participação autêntica dos consumidores/cidadãos.

Acredita em profecias? Acredita que o mundo vai acabar em 2012, como defendiam os Maias?
Se fosse verdade, o meu lema de vida não me deixaria infeliz, porque vivi intensamente.




Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE