Fazer bem, independentemente do que faça
Paula Cordeiro
Vote
Todas as personalidades
Perfis
Paula Cordeiro
Nome: Paula Cordeiro
Data de Nascimento: 09/1975
Naturalidade: Lisboa
Formação: Doutorada em Ciências da Comunicação
Primeiro emprego: Rádio Marginal
Empresa atual: ISCSP, UTL e RTP
Função que desempenha: 
Coordenadora da Unidade de Ciências da Comunicação no ISCSP, pró-reitora na UTL e provedora do ouvinte na RTP
Outros cargos e outras experiências: Consultora New Media e programação radiofónica, professora no Ensino Superior, freelancer em vários meios de comunicação social (rádio e imprensa)




  Qual é o livro da sua vida? 
Vários... Não posso escolher só um. Todos os de Pedro Paixão, “Os Maias”, de Eça de Queirós, “Fora de Horas”, de Paulo Castilho ou “A Insustentável Leveza do Ser”, de Milan Kundera.

  Qual é o filme da sua vida? 
Todos os do Woody Allen. A escolher outro, talvez o filme “Gone with the Wind” ou a versão cinematográfica de “Quem Tem Medo de Virginia Wolf”, de Mike Nichols.

  Qual é a música ou o grupo musical da sua vida? 
A música faz parte dos meus dias. Tenho gostos muito ecléticos...

  Qual é o seu lema de vida?
Fazer bem, independentemente do que faça.

  Qual a pessoa que mais o/a marcou, ao longo da sua vida? 
Muitas, por boas e também por más razões.

  Qual é a sua viagem de sonho (realizada ou não)? 
Várias ainda por fazer. Mas, a escolher uma já realizada, Nova Iorque.

  Qual é o seu clube de futebol? 
Não sou adepta de futebol.

  Tem algum hobby, alguma paixão?
Dança.

  Um defeito que não tolera? Uma qualidade que aprecia? 
Ser conflituoso e a indecisão. Aprecio frontalidade, acima de tudo.

  Em média, quanto tempo diário dedica a:
  Ver televisão (aerial e cabo)? Muito pouco. Regra geral, nenhum.
  Ouvir rádio? Desligo-a para dormir...
  Ler jornais e revistas? Em papel ou no iPad? Todas as que posso!
  Navegar na internet? Faz parte do meu trabalho. Acho que demasiado tempo...
 
  Qual o anúncio que mais recorda? 
“Citroen, Mehari... Com capota, sem capota, ele é jipe é camião...” “Diga bom dia com Mokambo, Mokambo, Mokambo. O gosto bom, bom, bom, bom, bom, só tem, Mokambo...” “O coelhinho foi com o Pai Natal e o palhaço no comboio ao circo...” “Redbull dá-te asas...” Poderia ficar horas nisto!

  Que profissão sonhava desempenhar na sua infância ou juventude?
Escritora e copywriter nas horas vagas.

  Qual foi, até hoje, o momento mais marcante da sua carreira profissional? 
Espero que ainda aconteça algo que supere estes dois: o momento em que o Senhor Reitor da UTL me convidou para Pró-Reitora e, meses depois, o convite da RTP para Provedora do Ouvinte.

  Qual o episódio profissional mais caricato que já viveu? 
Há muitos anos, na rádio Marginal, engasguei-me a ler um noticiário e não consegui recuperar a fala. Outra jornalista teve de intervir, pegar nos papéis e continuar a ler as notícias!

  Que medida ou medidas implementaria, se, por um dia, fosse responsável pela Comunicação Social em Portugal?
É muito pouco provável que aceitasse um cargo dessa natureza.

Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE