A minha paixão é trabalhar, sem dúvida! É um enorme prazer levantar-me de manhã para trabalhar
Miguel Neiva
Vote
Todas as personalidades
Perfis
Miguel Neiva
Nome: Miguel Neiva
Data de Nascimento: 11/03/1969
Naturalidade: Porto
Formação: Design de Comunicação, mestre em Design e Marketing
Primeiro emprego: Miguel Neiva Atelier Design, atelier próprio
Empresa atual: Miguel Neiva Atelier Design e ColorADD
Função que desempenha: 
Designer e CEO
Outros cargos e outras experiências: Fundador e presidente da ONG ColorADD.Social, fellow Ashoka, professor universitário, conferencista, membro do conselho geral do Instituto de Design



  Qual é o livro da sua vida? 
Todos os de Jorge Bucay.

  Qual é o filme da sua vida? 
“Life of Brian”, dos Monty Python, e “As Asas do Desejo”, de Wim Wenders.

  Qual é a música ou o grupo musical da sua vida? 
Peter Murphy.

  Qual é o seu lema de vida?
Viver com e para as pessoas. Por vezes esquecemo-nos delas, mas são as pessoas que fazem o mundo rolar.

  Qual a pessoa que mais o marcou, ao longo da sua vida? 
Umas mais do que outras, mas todas com quem convivi e convivo.

  Qual é a sua viagem de sonho (realizada ou não)? 
Não realizada, à Argentina.

  Qual é o seu clube de futebol? 
FC Porto e seleção nacional.

  Tem algum hobby, alguma paixão?
Trabalhar, sem dúvida! É um enorme prazer levantar-me de manhã para trabalhar. E ver futebol, preferencialmente com a minha filha e com amigos.

  Um defeito que não tolera? Uma qualidade que aprecia? 
Não tolero a ganância e aprecio a sinceridade.

  Em média, quanto tempo diário dedica a:
  Ver televisão (aerial e cabo)? 30 minutos no final da noite. 
  Ouvir rádio? 30 minutos no carro.
  Ler jornais e revistas? 30 minutos, nos cafés.
  Navegar na internet? 30 minutos, não contando com trabalho.
 
  Qual o anúncio que mais recorda? 
“Hitler” (1987), Folha de São Paulo



  Que profissão sonhava desempenhar na sua infância ou juventude?
Engenheiro eletrónico. Depois, designer.

  Qual foi, até hoje, o momento mais marcante da sua carreira profissional?
É impossível identificar o momento mais marcante. Quando se trabalha com enorme paixão, todos os momentos (bons e maus) são sempre marcantes. Importante é a partilha desses momentos. Ter um ombro para “chorar” o insucesso ou alguém para “brindar” o sucesso. É assim que se faz o caminho... Penso eu.

  Que medida ou medidas implementaria, se, por um dia, fosse responsável pela Comunicação Social em Portugal?
Tentar mudar o paradigma da sociedade e provar que se pode “vender” informação com notícias positivas – e há muitas para encher jornais e noticiários.

Home
MadeBy
Legislação
GateScope
mgate
Simulador
MissGate
WeeklyTv
Perfis
Notícias
Artigos
Eventos
Opinião
Publicações
TvGate
RadioGate
PressGate
OutGate
CineGate
APAP
DigitalGate
ICAP
APCT
APODEMO
Marktest
Obercom
API
APMP
GMCS
Criativos
APAN
APPM
ACEPI
MEDIAFONE